AbdonMarinho - Home
Bem Vindo a Pagina de Abdon Marinho, Ideias e Opiniões, Sábado, 16 de Dezembro de 2017



A palavra é o instrumento irresistível da conquista da liberdade.

Rui Barbosa

Escrito por Abdon Marinho

SEGUNDA CARTA AO GOVERNADOR FLÁVIO DINO
NUNCA É TARDE DEMAIS PARA FAZER A COISA CERTA. (Nicholas Sparks)
São José de Ribamar, 08 de dezembro de 2017.

Meu caro Flávio,

Aproveito a piedade deste dia dedicado a Imaculada Conceição – a Virgem Maria, que viveu livre dos pecados –, para escrever-te e faço, também, por que revendo alguns escritos, encontrei a carta que escrevi – e publiquei –, por ocasião da tua eleição em outubro de 2014.
Naquela oportunidade lançava ideias sobre como poderias enfrentar os desafios de dirigir um estado com problemas consolidados em anos de domínio, quase ininterrupto, de um...

Escrito por Abdon Marinho

A OFENSA GAY: UMA BREVE REFLEXÃO.
UMA importante figura da sociedade referiu-se a duas outras figuras, ambas casadas, não entre si, mas com respectivos cônjuges, como um casal.
Foi o que bastou para sua colocação ganhasse ares de escândalo e fosse compartilhada exaustivamente como se fora uma agressão àqueles que supostamente comporiam o casal.
Um dos referidos teria falado em processo. O movimento de diversidade ligado aos supostos ofendidos saiu-se em suas defesas (?) e atacando (?) o autor do chiste.
E, por fim, o próprio autor da assertiva veio a público pedir desculpa pela suposta ofensa.
A reflexão que trago...

Escrito por Abdon Marinho

A PROFECIA DE RUI BARBOSA OU UMA NAÇÃO DE CONCEITOS INVERTIDOS.

O VELHO Rui Barbosa, baiano de Salvador, a Águia de Haia, jurista, advogado, político, diplomata, escritor, filólogo, jornalista, tradutor e orador. Em suma, um dos mais brilhantes intelectuais de sua época que cunhou, como um espécie de profecia: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.” 

Faltando poucos anos para o centenário...

Escrito por Abdon Marinho

O INCÔMODO SILÊNCIO DO FISCAL DA LEI. 

O ASSUNTO mais comentado dos últimos dias, no Maranhão, é a tal “Operação Pegadores”, desencadeada pela Polícia Federal para apurar mau uso de recursos públicos na área da saúde. Segundo as investigações empreendidas pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Controladoria Geral da União, tais recursos estavam tendo uso diverso dos fins a que se destinavam, servindo, dentre outras coisas para o pagamento de inúmeros apaniguados, inclusive de pessoas bem próximas aos donos do poder, quando não sendo desviados, pura e simplesmente, através de algumas empresas de fachada.

As imputações são sérias, se...

Escrito por Abdon Marinho

O SORVETE E A LITURGIA DA MENTIRA.
ALGUÉM me manda um artigo supostamente escrito pelo ex-presidente José Sarney, intitulado “Governo Sorvete”. Comecei a ler e, antes mesmo de terminar, apesar de não ser longo, fui ao site do escritor e político certificar-me da autoria.
No seu site, que divide em duas partes: o escritor e o político, está, de fato, o texto, que devo dizer não faz justiça a nenhum dos dois, nem ao escritor membro da Academia Brasileira de Letras, nem ao político, que foi de deputado a Presidente da República.
O escritor produziu uma ficção meio ridícula e o político...

Escrito por Abdon Marinho

O PREÇO DA IMPREVIDÊNCIA.
– É MEU FILHO, cabeça não pensa, corpo padece.
Assim, certamente, falaria meu pai, com os dentes cerrados, usando sua proverbial sabedoria dos aprenderam com a vida.
Os últimos dias não têm sido fáceis para o governo comunista instalado Maranhão, sobretudo, agora com a deflagração da operação policial apelidada de “pegadores” - o próprio nome já uma pilhéria de gosto duvidoso por parte dos seus idealizadores. Até fico imaginando as gozações e ilações a propósito da mesma -, que descobriu desvios ocorridos na pasta da saúde estadual, do início do governo, em 2015, até os dias atuais, consistindo no...