AbdonMarinho - Home
Bem Vindo a Pagina de Abdon Marinho, Ideias e Opiniões, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017



A palavra é o instrumento irresistível da conquista da liberdade.

Rui Barbosa

Escrito por Abdon Marinho

UMA BREVE HISTÓRIA POLÍTICA DO MARANHÃO.
COMO acontece a cada véspera de eleição, basta que se diga um "ai" que destoe do surrado discurso anti-Sarney para que passem a tachá-lo como aliado do velho morubixaba, uma chatice horrorosa.
Uma vez disse – e fiz a ressalva de não entrar no mérito se havia ou não corrupção, falta de planejamento, etc. –, que achava positiva a iniciativa de ligar todas as sede dos municípios por rodovias asfaltadas e que os hospitais que estavam fazendo era algo a aliviar o sofrimento da população.
Foi um “Deus nos acuda”, dos supostos anti-Sarney (a frente...

Escrito por Abdon Marinho

O ESTADO, LUISLINDA, A AMMA E OS PENDURICALHOS.

HÁ um tempo passou na televisão mais de um reportagem sobre os parlamentos ao redor do mundo, suas vantagens, as remunerações dos seus agentes políticos, o que tinham direito o que não tinham. 

Se não falha a memória passou, também, uma reportagem específica sobre o parlamento sueco, onde suas excelências dividiam a lavanderia e lavavam suas próprias roupas.

Aqueles que não tiveram a oportunidade de assistir, sugiro que façam uma pesquisa nos canais da internet. Os que assistiram deveriam fazê-lo novamente. 

Embora o caso da Suécia seja um modelo ideal, acho importante...

Escrito por Abdon Marinho

TRISTEZA E NOSTALGIA.
COMO todos desta ilha, quiçá do estado, assisti com incomum tristeza a tragédia que vitimou uma criança no Município de Paço do Lumiar, na região metropolitana da capital. Impossível que um fato tão bárbaro não nos comova e nos faça refletir.
Afinal, que mundo é este em que vivemos? Como, crianças que deveriam ser protegidas por todos encontram o abuso, a violência e a morte? O que, afinal, se passa com a humanidade? Viramos bestas humanas?
Volto no tempo para lembrar o quanto éramos felizes na nossa infância e adolescência.
Morávamos no interior, primeiro no povoado e depois na sede....

Escrito por Abdon Marinho

ESTAMOS CONDENADOS AO ATRASO ETERNO?

QUANDO escrevi “O Maranhão na Encruzilhada do Atraso”, onde analisava as duas alternativas de candidaturas que achava mais viáveis para conduzir o estado a partir de 2019, o atual governador, Flávio Dino e a ex-governadora Roseana Sarney, um amigo ligou para reclamar do pessimismo exposto em relação ao futuro do Maranhão.

Com efeito, as duas alternativas são terríveis. A Era Sarneysista e o que a Era Dinista tem mostrado não levará o Estado do Maranhão a lugar algum. O futuro prometido nada mais se revelou que uma continuação, mal engendrada do passado. Mais de meio...

Escrito por Abdon Marinho

DEBATES EXTREMOS.

NÃO tenho lembrança de ter acompanhado, na história do Brasil, mesmo através da livros, dias em que os debates, sobre quaisquer temas, fossem tão radicalizados. Mesmo assuntos do cotidiano geram debates onde se opõem os grupos – políticos ou não –,  com posições extremas. 

Não vejo futuro para país nisso, pelo contrário, assisto com perplexidade a criação de fossos que aos poucos se tornam intransponíveis. Uma lástima. 

Apenas para citar um exemplo, atualmente um dos assuntos mais discutidos e mais radicalizados é a tal da questão de gênero. Confesso, que até bem pouco tempo nem sabia do que...

Escrito por Abdon Marinho

ATÉ TU, Ó SUPREMO?
UM fato prosaico talvez sirva para dimensionar o prestígio da Corte Suprema do Brasil perante a sociedade de jurisdicionados.
Por estes dias aquela digna Corte decidiu “transferir" o feriado do servidor público, que caiu no sábado, 28 de outubro, para o dia 03 de novembro, sexta-feira e garantir aos ilustres membros do Poder Judiciário um feriado prolongado, que certamente terá inicio já na terça-feira, dia 1º novembro, por conta da Lei nº. 5.010/66, art. 62, IV, que estabelece os feriados na Justiça Federal e Tribunais Superiores.
Ora, como é comum que façam, poderiam, simplesmente ter decretado ponto...